Releases Associadas

BRIDGESTONE FAZ PARCERIA COM ATLETAS INSPIRADORES DO MÉXICO, COSTA RICA, BRASIL E ARGENTINA A CAMINHO DOS JOGOS OLÍMPICOS DE TÓQUIO 2020

Cinco novos embaixadores são os primeiros membros do Team Bridgestone na América Latina

 

NASHVILLE (5 de novembro de 2019) – Bridgestone Americas (Bridgestone), uma subsidiária da maior empresa de pneus e borracha do mundo e parceira olímpica e paralímpica mundial, anunciou hoje seu apoio a um grupo de cinco atletas inspiradores do México, Costa Rica, Brasil e Argentina a caminho para os Jogos Olímpicos e Paralímpico de Tóquio 2020.

A lista inclui Aida Roman (tiro com arco) e Rommel Pacheco (saltos ornamentais) do México, Andrea Vargas (atletismo) da Costa Rica, Darlan Romani (atletismo) do Brasil e María José Granatto (hóquei sobre a grama) da Argentina. Primeiros membros do Team Bridgestone na América Latina, esses atletas-embaixadores representarão a empresa em suas atividades que antecedem Tóquio 2020. Ao estabelecer recordes nacionais e somar dezenas de medalhas internacionais, esse time de sucesso demonstrou a capacidade de oferecer desempenho nos momentos-chave e de inspirar outros através de sua paixão e perseverança.

“A Bridgestone está comprometida em melhorar a mobilidade, a vida, o trabalho e o lazer das pessoas, e esses esforços são refletidos em nosso apoio ao Movimento Olímpico, ao Movimento Paralímpico e aos maiores atletas do mundo”, afirma Joseph Saoud, presidente da Bridgestone Americas Tire Operations, América Latina (BATO LA). “Nossos novos embaixadores do Team Bridgestone são alguns dos campeões mais prestigiados de toda a América Latina com experiências pessoais únicas e poderosas para compartilhar. A Bridgestone se orgulha em comemorar sua jornada e trabalhar em conjunto, motivando pessoas de todas as habilidades a irem atrás de seus sonhos”.

Único parceiro Olímpico e Paralímpico Mundial com sede global em Tóquio, os próximos Jogos Olímpicos e Paralímpicos têm um significado especial para a Bridgestone. A empresa está apoiando a maior lista global de atletas do Team Bridgestone até o momento, com as cinco estrelas da América Central e do Sul se juntando a um grupo de mais de 60 embaixadores em 20 países. Além dessas novas adições na América Latina, a Bridgestone já havia anunciado parcerias com um grupo de oito atletas-embaixadores nos Estados Unidos e Canadá.

Os atletas-embaixadores do Team Bridgestone são selecionados com base em critérios relacionados aos valores centrais da empresa, suas histórias pessoais, atributos de desempenho e envolvimento da comunidade. Cada atleta recebe apoio financeiro e acesso a produtos e tecnologias de ponta da Bridgestone. Eles também participarão de atividades com a comunidade, clientes e funcionários antes, durante e após os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020.

 

Conheça a Equipe Bridgestone:

 

María José Granatto começou a jogar hóquei sobre a grama aos quatro anos de idade, competindo em uma faixa etária mais avançada para desafiar a si mesma e melhorar suas habilidades.  Desde então, Granatto nunca parou de se esforçar para se tornar a melhor e agora joga no time nacional de hóquei sobre a grama argentino, no Santa Barbara Hockey Club na Argentina e no HC Oranje-Rood, um clube holandês de hóquei sobre a grama. Em 2016, Granatto representou seu país nos Jogos Olímpicos no Rio e foi nomeada a “Estrela em Ascensão do Ano” (2016 e 2017) pela Federação Internacional de Hóquei. Mais recentemente, a atleta de 24 anos ajudou a Argentina com uma medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2019, que garantiu a qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

 

Darlan Romani é uma estrela do atletismo brasileiro que atualmente é o terceiro colocado no mundo em arremesso de peso. Ele detém o recorde brasileiro desde 2012 e se tornou o primeiro de seu país a se classificar para o evento de arremesso de peso olímpico em 80 anos nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Romani quebrou seu próprio recorde nacional duas vezes durante sua estreia nos Jogos Olímpicos e terminou em quinto, marcando o melhor resultado da história para um brasileiro no evento. Ele foi nomeado o Melhor Atleta de Atletismo do Brasil em 2018, depois de se tornar o primeiro sul-americano e uma das únicas 30 pessoas no mundo a ultrapassar a marca de 22m. Mais recentemente, Romani superou uma doença grave para ganhar a medalha de ouro e estabeleceu outro recorde nos Jogos Pan-Americanos de 2019. Ele continuou esse desempenho com um quarto lugar no campo mais forte de todos os tempos no Campeonato Mundial de Atletismo de 2019. O atleta de 28 anos agora está treinando para deixar um legado para si, sua família e seu país nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

 

Andrea Vargas é bicampeã da América Central em corrida com barreiras da Costa Rica e demonstrou seu amor por correr desde cedo. Ela participou de várias disciplinas de atletismo e ganhou suas primeiras medalhas internacionais de atletismo aos 10 anos e, quando adolescente, decidiu se concentrar no 100m com barreiras. Agora, a jovem de 23 anos continua estabelecendo recordes e fazendo história para seu país de origem. Em agosto de 2019, tornou-se a primeira mulher da Costa Rica a ganhar uma medalha de atletismo nos Jogos Pan-Americanos e ela conquistou o quinto lugar no Campeonato Mundial de Atletismo de 2019, que ficou marcado como um novo recorde para a América Central. Para Vargas, o caminho para Tóquio 2020 é uma questão familiar: sua mãe é sua treinadora, seus irmãos a ajudam a treinar, seu pai estrutura a prática e seu marido e filha são seu sistema de apoio.

 

Aída Román é três vezes atleta olímpica do México com uma medalha de prata individual em tiro com arco nos Jogos Olímpicos de Londres em 2012. Ela coleciona uma extensa lista de medalhas internacionais individuais em toda a sua célebre carreira, incluindo prata e bronze nos Jogos Pan-Americanos, além de medalhas de ouro na Copa do Mundo de 2014 e no Campeonato Mundial Indoor. Desde que ingressou na equipe nacional em 2007, Román também ajudou o México a ganhar medalhas de equipe nos Jogos Pan-Americanos, Campeonatos Mundiais e Copa do Mundo. Após um baixo desempenho no Rio 2016, Román está focada em voltar ao pódio em Tóquio 2020 e ajudar o México a conquistar sua primeira medalha da equipe nos Jogos Olímpicos.

 

O tri-campeão olímpico Rommel Pacheco pratica saltos ornamentais desde os sete anos de idade, mas sua carreira profissional começou em 2003, quando ganhou o ouro no evento de plataforma de 10 metros nos Jogos Pan-Americanos. No ano seguinte, Pacheco competiu com a Equipe México nos Jogos Olímpicos de Atenas 2004 e ficou em décimo lugar nos eventos de trampolim e plataforma. Ele recebeu o Prêmio Nacional de Esportes do governo mexicano em 2005 e retornou aos Jogos Olímpicos em Pequim 2008 para ficar em oitavo na plataforma de 10 metros. Uma lesão no ombro o impediu de competir em Londres 2012, mas ele se recuperou com um quinto lugar no trampolim sincronizado no Rio 2016. O atleta de 33 anos anunciou planos de se aposentar do esporte profissional no próximo ano, e seu objetivo final é ganhar sua primeira medalha olímpica em Tóquio 2020.

 

Para saber mais sobre a Bridgestone, visite www.fanbridgestone.com.

 

Sobre a Bridgestone Americas Tire Operations Latin America

A Bridgestone Americas Tire Operations Latin America (BATO LA) é uma unidade de negócios da Bridgestone Americas Inc. que pertence à Bridgestone Corporation, a maior empresa de pneus e borracha do mundo. A BATO LA desenvolve, fabrica e comercializa pneus das marcas Bridgestone, Firestone e marcas associadas na América Latina por meio de suas cinco plantas de fabricação de pneus, três plantas de fabricação de banda de rodagem, e seis escritórios de vendas localizados em toda a região. A unidade de negócio atua nos mercados de varejo, atacado e equipamento original para pneus de passeio, caminhões leves, veículos comerciais, pneus fora de estrada, agrícolas e outros, além de bandas de rodagem, para seus clientes na região.

 

Sobre as Parcerias Olímpicas e Paralímpicas Mundial da Bridgestone Corporation:

 A Bridgestone Corporation, com sede em Tóquio, é a maior empresa de pneus e borracha do mundo e opera com a missão de “Servir à Sociedade com Qualidade Superior”.  A Bridgestone orgulhosamente se tornou um Parceiro Olímpico Mundial em 2014 e um Parceiro Paralímpico Mundial em 2018. A empresa detém direitos globais ao Movimento Olímpico e Paralímpico até 2024, período que inclui os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Tóquio 2020, Pequim 2022 e Paris 2024.  A Bridgestone dedica-se a fornecer produtos, serviços e soluções que melhoram a maneira como as pessoas se deslocam, vivem, trabalham e se divertem, e seu compromisso com o Movimento Olímpico e Paralímpico continua uma história com o esporte e inovação que iniciou há mais de 100 anos. As atividades da Bridgestone relacionadas às Parcerias Olímpicas e Paralímpicas Mundiais são guiadas pelo manifesto global “Vá atrás dos seus sonhos”, que pretende inspirar as pessoas a superar obstáculos e perseverar na busca de seus objetivos. Como parceira mundial, a Bridgestone possui direitos de marketing que incluem toda a sua gama de pneus, serviços de pneus e serviços automotivos selecionados, bicicletas não motorizadas, rolamentos de isolamento sísmico e uma variedade de produtos de construção e industriais.

 

Sobre o Team Bridgestone:

Todas as atividades da Bridgestone relacionadas às suas Parcerias Olímpicas e Paralímpicas Mundiais são projetadas para capacitar pessoas de todas as habilidades a perseverar através da adversidade e do manifesto “Vá atrás dos seus sonhos”. Para apoiar esses esforços, a empresa é parceria de mais de 65 atletas inspiradores dos Jogos Olímpicos e Paralímpico e candidatos de 20 países para atuar como embaixadores da marca Team Bridgestone a caminho para Tóquio 2020.