Releases Associadas

GP DE SINGAPURA – TREINOS LIVRES: MAIS DE UM SEGUNDO ENTRE OS COMPOSTOS MACIO E MÉDIO EM MARINA BAY

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W10

Singapura, 20 de setembro de 2019

 

O QUE APRENDEMOS DO TL1 E TL2

→  O treino livre em Singapura desenrolou basicamente como era esperado: os pilotos enfrentaram uma pista verde e escorregadia em circunstâncias quentes e úmidas. A grande disparidade vista entre as condições do TL1, com luz do sol, e do TL2, com luz artificial, foi o destaque.

→  Até agora, há uma diferença de desempenho de mais de um segundo por volta entre os compostos vermelho macio e o amarelo médio, com mais oito décimos de segundo de diferença para o branco duro.

→  A temperatura ambiente ficou em 29 graus centígrados no meio do TL2 com a temperatura da pista chegando aos 33 graus. É esperado que as condições sejam similares na corrida.

→  Não houve esfarelamento ou bolhas nos pneus durante o TL1. A aderência aumentou, como era esperado, conforme a pista foi ficando emborrachada.

→  O TL1 foi interrompido por uma bandeira vermelha, depois que Valtteri Bottas, da Mercedes, bateu durante simulação de corrida.

→  O pneu macio (o composto C5, que é o mais macio da gama P Zero da Fórmula 1) foi mais rápido em ambas as sessões, com Max Verstappen, da Red Bull, no TL1, e Lewis Hamilton, da Mercedes, no TL2.

 

MARIO ISOLA – GERENTE MUNDIAL DE MOTORSPORT DA PIRELLI

“Não houve grande surpresa nos treinos livres em Singapura, com a pista e as condições semelhantes às do ano passado. Isso resultou em tempos de volta parecidos em comparação com 2018. A pista ainda está evoluindo então vamos ver amanhã. Apesar das condições difíceis aqui, muitos pilotos chamam este circuito do mais desafiador fisicamente do ano, não tivemos bolhas ou esfarelamento, com as equipes acumulando muitos dados úteis para uma corrida que deve demorar até duas horas. Enquanto o pneu macio dominou a ação hoje, todos os três compostos foram usados. O médio e o duro parecem ser viáveis para a corrida também, especialmente para aqueles que iniciam fora dos dez mais velozes. A estratégia de uma parada nos boxes é completamente viável para a corrida. Com uma grande diferença de tempo entre os compostos médio e macio, classificar com o composto mais duro entre estes dois não deve ser uma opção”.

 

Treino Livre 1 – Melhores tempos

 

Treino Livre 2 – Melhores tempos

 

Treino Livre 1 – Melhor tempo por composto

 

Treino Livre 2 – Melhor tempo por composto

 

Maior número de voltas por composto

 

Estatísticas dos pneus

* O número acima indica a quantidade total de quilômetros percorridos hoje no TL1 e TL2, com todos os pilotos combinados.

** Por composto, todos os pilotos combinados.

 

 

Facebook: @pirellibrazil   |   Twitter: @Pirelli_Br   |   Instagram: @pirelli_br   |   LinkedIn: @Pirelli_Br

www.campneus.com.br —– www.pirelli.com