Institucional

A ANIP – Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (www.anip.org.br), fundada em 1960, representa a indústria de pneus e câmaras de ar instalada no Brasil, que compreende 10 empresas e 20 fábricas instaladas no Brasil. Ao final de 2020, o setor possuía 28,8 mil empregos diretos e aproximadamente 819,3 mil indiretos, com uma rede de mais de 4.500 pontos de venda no Brasil.

O principal canal de vendas da indústria de pneus é o mercado de reposição e a rede de revendedores, que representam 60% das vendas totais do setor. As montadoras respondem por 24% do total, assim como as exportações, que também representam 16% das vendas, segundo dados de 2020.

A ANIP tem atuado fortemente na defesa dos interesses do setor e do comércio internacional. Uma dessas atuações é na defesa contra a prática de dumping por algumas empresas que importam para o Brasil com preços abaixo dos praticados em outros mercados, sendo considerada uma atividade condenada pela OMC (Organização Mundial do Comércio). Atualmente há medidas Antidumpings aplicadas pelo governo para pneus de passeio, carga, motocicleta e bicicleta. A ANIP atua ainda na identificação, denunciando empresas importadoras que não cumprem as regras de logística reversa estabelecidas pelo Ibama de coleta e destinação de pneus inservíveis.

A ANIP trabalha no Programa Nacional e Coleta e Destinação de Pneus Inservíveis desde de 1999. Em 2007 a ANIP criou a Reciclanip, entidade voltada exclusivamente para a realização deste trabalho no país. A Reciclanip é uma referência mundial em logística reversa, sendo a maior da América Latina no setor de pneus, reunindo mais de 1.026 pontos de coleta distribuídos por todo o país. Desde o início da operação até o final de 2019, foram coletados e destinados adequadamente mais de 5,23 milhões de toneladas de pneus inservíveis, o equivalente a 1,04 bilhão de pneus de passeio. A indústria nacional já investiu R$ 1,6 bilhão nesta operação.